sexta-feira, 16 de setembro de 2016

"Hoje me sinto eu. Confiante. Radiante. Me sinto com personalidade própria"


Oi gente, tudo bem? Hoje eu trago a história da linda bióloga Karla Santana, de 27 anos, que passou pela transição capilar com a maior força de vontade, apesar das críticas negativas que recebeu durante o período. Ela ainda deixa um recadinho motivacional pra quem tá nessa fase! <3

E não esquece: se você quer ver a sua história aqui no Nós de Fada, manda um email com fotos para contato@nosdefada.com ou fala comigo pelo inbox do Facebook. Agora, vamos ler a história da Karla?



"Eu tinha 20 anos quando resolvi fazer a primeira progressiva. Cabelo enorme e super cacheado. Mas nunca soube cuidar de verdade, nunca me liguei em produtos, fitagem, nada disso. Então passei 6 anos na progressiva. Retocava de seis em seis meses e estava "satisfeita".

Porém, sem motivo aparente, eu passei um ano e dois meses sem dar progressiva.  Ia deixando passar, deixando passar e um belo dia percebi que tinha mais de um palmo de raiz crescida e gostei do que vi. Então, depois de muito pensar e desapegar do cabelo enorme, cortei.⁠⁠⁠⁠

Cabelo durante a transição
Fui tendo paciência com a transição, usando produtos específicos, fazendo texturizacão e deixando crescer. Cortando as pontas, aos poucos. E depois de quase dois anos eu consegui. Ele ainda não tá 100%, mas tá bem mais perto do que quero!

Mas não posso dizer que foi fácil. No início da transição, eu gostava dos meus cachos mas ainda me via dependente de químicas transformadoras. Foi preciso muita força de vontade para não me render à progressiva novamente.                  

Vi que o cabelo realmente podia voltar a forma natural, mesmo depois de tanto tempo. Vi como eram meus cachos, lembrei de como eles eram. Estudei sobre transição e decidi que era o que eu realmente queria.

Eu recebi muitas críticas quando decidir mudar: "seu cabelo é mais bonito liso", "não devia ter cortado", "você é doida". Na época eu só tive o apoio do meu namorado e da minha mãe, mas hoje todos elogiam, inclusive os que me criticaram.

Foto durante a transição
Hoje me sinto eu. Confiante. Radiante. Me sinto com personalidade própria e sem me preocupar com que os outros vão dizer.  O conselho que dou para quem está passando pela transição capilar é que tenha paciência, foco, objetivo e persistência.

Que se o desejo for realmente esse que tenha os cuidados que são primordiais na transição, quando o cabelo fica muito frágil, e que não liguem para as críticas, pois essas mesmas quando vêem o resultado são as primeiras a elogiar e isso é gratificante!"

Espero que a história da Karla tenha motivado ainda mais quem tá passando pela transição capilar! Deixem suas sugestões nos comentários ou na página do Facebook. Não esquece de me seguir no Instagram, tá certo? Beijos e até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário