segunda-feira, 1 de agosto de 2016

"Ame seus cachos, ame seu black do jeito que ele é"

A consultora óptica Bárbara Oliveira, de 18 anos, estava em processo de transição quando descobriu que estava com câncer, na época com 17. Porém, se engana quem acha que ela perdeu as forças por conta da doença. Hoje ela faz tratamento e cuida dos cachinhos com muito amor! Vem ler a história de superação dessa moça e se inspire também.

Se você quiser que a sua história saia no blog também, manda um e-mail para contato@nosdefada.com ou inbox com as fotos do antes e depois.



"Desde os 12 anos que meus cabelos sofriam todo mês com as químicas que eu dava. Era selagem, progressiva, entre outras. Depois de muito tempo de processos químicos permanentes, aos 17 decidi cortar meus cabelos aos poucos para iniciar a transição capilar. Eu fiquei sozinha em casa e comecei a cortar a parte de trás do cabelo.

Quando minha avó chegou em casa e viu, começou a brigar comigo, então decidi ir no salão para que o corte ficasse mais bem feito. Até então, só tinha cortado a parte de trás. Três semanas depois disso eu pedi para a filha de uma amiga do trabalho terminar o que eu tinha começado e tirei toda a parte com química do meu cabelo.

Cabelo de Bárbara atualmente
Minha avó começou a me xingar, dizer que meu cabelo era ruim e várias coisas porque estava com raiva, mas isso não me abalou. Fui deixando meus lindos cachos  crescerem, mesmo com muitas críticas que Recebia.

Três meses depois do início da minha transição, descobri um câncer, leucemia mieloide aguda 3, e com o processo da quimioterapia meus cabelos começaram a cair. Então fui na barbearia e o rapaz passou a máquina zero e a navalha. Fiquei carequinha! E na época que estava sem cabelo não gostava de usar nada na cabeça, me assumir do jeito que eu era e sou.

Hoje, continuo fazendo tratamento da minha doença, mas meus cachinhos já cresceram novamente. Eles estão de volta lindos e belos! Estou com a autoestima lá em cima. O que posso dizer para as meninas que estão em transição é que amem seus cachos e seus blacks do jeito que eles são."

Nenhum comentário:

Postar um comentário