sábado, 9 de julho de 2016

Transição capilar: O que você precisa saber

Ultimamente, transição capilar é uma palavra que está sendo muito ouvida por aí. Mas afinal, o que isso quer dizer? As pessoas que estão passando ou querem começar a transição, o que elas precisam saber? É justamente sobre isso que esse post vai tratar! Vou explicar tudo direitinho para que não restem dúvidas sobre o assunto.


A transição capilar nada mais é do que parar de usar químicas que alteram o formato natural dos fios capilares, sejam elas alisantes ou para encaracolar os cabelos, como é o caso dos permanentes. Essa volta aos cabelos naturais tem sido aderida principalmente por cacheadas e crespas, que por muitos tempo tentaram se encaixar no padrão estético que dita que cabelos lisos são mais bonitos, resultado de uma sociedade racista  e eurocêntrica, mas isso é assunto para outro post.

A primeira coisa que uma transitete (vi esse termo na internet, não me julguem haha) precisa saber é que não tem maneira de passar pela transição sem cortar as madeixas. Por que? Porque a parte do cabelo que foi quimicamente alisado não tem mais como voltar a forma original, é um tratamento permanente. Mas isso não é motivo para desespero. À medida que o cabelo vai crescendo, você pode ir cortando a parte alisada (é recomendado que seja pelo menos de três em três meses).

Porém, mutas pessoas que estão passando por esse processo não aguentam esperar o cabelo crescer muito, porque o cabelo fica com parte lisas e outras cacheadas/crespas e isso, além de não ficar bonito, também dificulta o trato com o cabelo. Nesse momento, elas optam pelo Big Chop, que é o corte de cabelo para retirar toda a parte do cabelo que ainda tem progressiva e se ver livre de uma vez. Cortar aos poucos ou fazer o Big Chop fica a critério da pessoa.

O que é importante saber durante o período de transição?


Paciência é a chave para todo o processo. Por vezes, você vai acordar querendo cortar o cabelo todo ou querendo desistir porque ele não fica da maneira que você esperava. Mas o que pode te falar é que tenha calma, pois todo esse momento de desespero vai passar e o resultado vai ser bastante satisfatório.

Texturizações, box braids, turbantes e acessórios para cabelo podem ser de muita ajuda durante a transição capilar. Não é uma fase fácil, mas cuidar do cabelo com muito amor é imprescindível. É bom lembrar que as madeixas vêm de um tratamento que muda sua estrutura, então são necessários cuidados e tempo para que ele retorne ao natural de maneira saudável. Hidratar e nutrir o cabelo é mais importante que nunca!

A verdade é que não é só o nosso cabelo que muda, mas a nossa autoestima, nosso amadurecimento e entendimento de nós mesmos. E essa sensação de liberdade é simplesmente incrível! Hoje eu sou uma pessoa muito mais segura de mim e da minha aparência. Me importo muito menos com o que as pessoas podem pensar ou não sobre mim (na página de informações sobre a autora tem fotos da minha transição).

Este é um post introdutório, mas eu trarei mais informações sobre transição para vocês. Espero que vocês tenham gostado. Se tiverem em transição, não desistam! E se tiverem pensando em começar o processo, iniciem. Tenho certeza que não vai se arrepender. Não é fácil, mas o resultado é inexplicável, só quem já passou por isso sabe. Beijos e até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário